Teletrabalho – UFCD 10759 | Alentejo

Gratuito

Registar interesse

Objetivos
Programa
Metodologia de Formação e Avaliação
Formador
Destinatários
Condições de Participação
Contactos

Objetivos

  • Reconhecer o enquadramento legal, as modalidades de teletrabalho e o seu impacto para a organização e trabalhadores/as.
  • Identificar o perfil e papel do/a teletrabalhador/a no contexto dos novos desafios laborais e ocupacionais e das políticas organizacionais.
  • Identificar e selecionar ferramentas e plataformas tecnológicas de apoio ao trabalho remoto.
  • Adaptar o ambiente de trabalho remoto ao regime de trabalho à distância e implementar estratégias de comunicação, produtividade, motivação e de confiança em ambiente colaborativo.
  • Aplicar as normas de segurança, confidencialidade e proteção de dados organizacionais nos processos de comunicação e informação em regime de teletrabalho.
  • Planear e organizar o dia de trabalho em regime de teletrabalho, assegurando a conciliação da vida profissional com a vida pessoal e familiar.

Programa

  • Teletrabalho
    • Conceito e caracterização em contexto tradicional e em cenários de exceção
    • Enquadramento legal, regime, modalidades e negociação
    • Deveres e direitos dos/as empregadores/as e teletrabalhadores
    • Vantagens e desafios para os/as teletrabalhadores e para a sociedade
  • Competências do/a teletrabalhador/a
    • Competências comportamentais e atitudinais – capacidade de adaptação à mudança e ao novo ambiente de trabalho, automotivação, autodisciplina, capacidade de inter-relacionamento e socialização a distância, valorização do compromisso e adesão ao regime de teletrabalho
    • Competências técnicas – utilização de tecnologias e ferramentas digitais, gestão do tempo, gestão por objetivos, ferramentas colaborativas, capacitação e literacia digital
  • Pessoas, produtividade e bem-estar em contexto de teletrabalho
    • Gestão da confiança

– Promoção dos valores organizacionais e valorização de uma missão coletiva

– Acompanhamento permanente e reforço de canais de comunicação (abertos e transparentes)

– Partilha de planos organizacionais de ajustamento e distribuição do trabalho e disseminação de boas práticas

– Identificação de sinais de alerta e gestão dos riscos psicossociais

    • Gestão da distância
      • – Sensibilização, capacitação e promoção da segurança e saúde no trabalho

– Reorganização dos locais e horários de trabalho

– Equipamentos, ferramentas, programas e aplicações informáticas e ambientes virtuais (trabalho colaborativo)

– Motivação e feedback

– Cumprimento dos tempos de trabalho (disponibilidade contratualizada)

– Reconhecimento das exigências e dificuldades associadas ao trabalho remoto

– Gestão da eventual sobreposição do trabalho à vida pessoal

– Controlo e proteção de dados pessoais

– Confidencialidade e segurança da informação e da comunicação

– Assistência técnica remota

    • Gestão da informação, reuniões e eventos (à distância e/ou presenciais)
    • Formação e desenvolvimento de novas competências
    • Transformação digital – novas formas de trabalho
  • Desempenho profissional em regime de teletrabalho
    • Organização do trabalho
    • Ambiente de trabalho – iluminação, temperatura, ruído
    • Espaço de e para o teletrabalho
    • Mobiliário e equipamentos informáticos – condições ergonómicas adaptadas ao novo contexto de trabalho
    • Pausas programadas
    • Riscos profissionais e psicossociais

– Salubridade laboral, ocupacional, individual, psíquica e social

– Avaliação e controlo de riscos

– Acidentes de trabalho

    • Gestão do isolamento

Metodologia de Formação e Avaliação

  • Formação à distância dinamizada através da Plataforma Moodle – Learning Management System (LMS), como plataforma de aprendizagem;
  • A formação será desenvolvida numa perspetiva teórica-prática com a utilização de uma metodologia formativa ativa (assente na exploração de situações reais, exercícios práticos e simulações) devidamente ajustada aos objetivos e conteúdos programáticos;
  • Obtenção de um Certificado de Qualificações mediante avaliação positiva e assiduidade mínima exigida (90%).

Formador

Marta Palrinhas

Licenciada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, Advogada e Empresária.
14 anos de experiência em formação e consultoria nas áreas do direito, comportamental, comunicação e vendas.
Experiência como Coordenadora Técnico-Pedagógica e Mediadora de Cursos de Educação e Formação de Adultos.>
Participação em vários projetos nas áreas do associativismo e voluntariado.

Destinatários

  • Adultos (> 18 anos) empregados com habilitação mínima ao nível do 3º ciclo (9º ano de escolaridade).
    1. Ativos empregados por conta de outrem, com especial enfoque nos ativos empregados em risco de perda de emprego
    2. Ativos empregados por conta própria (Trabalhadores Independentes e Empresários em Nome Individual)

Condições de Participação

  • A ANJE reserva-se o direito de não iniciar as formações nas datas previstas, caso não exista um mínimo de 15 formandos por turma.
  • Atribuição de subsídio de alimentação no valor de 4,77€/dia, apenas nas sessões de formação com a duração de 3 horas, mediante assiduidade e fora do horário de trabalho, mediante apresentação de declaração comprovativa do mesmo.

 

Previous Next
Close
Test Caption
Test Description goes like this