Elaboração de planos para lidar com situações de emergência – UFCD 0520 | Alentejo

Gratuito

Limpar
Objetivos
Programa
Metodologia de Formação e Avaliação
Formador
Destinatários
Condições de Participação
Contactos

Objetivos

  • Identificar os diferentes tipos de emergências que podem ocorrer em eventos.
  • Desenvolver conjuntamente com as autoridades competentes um plano para situações de emergência.
  • Elaborar planos para verificar potenciais situações de emergência em eventos.

Programa

  • Plano de emergências – enquadramento
    • Tipos de situações de emergência
      • Incêndios
      • Explosões
      • Actos de terrorismo
      • Emergências médicas
      • Emergências não médicas
      • Colapso de estruturas
    • Avaliação dos riscos e perigos
    • Natureza e consequências de cada uma das situações
  • Planear situações de emergência
    • Tipos de resposta a situações de emergência
      • Actuar directamente
      • Utilizar os recursos disponíveis
      • Comunicar com os outros
      • Procedimentos de reporte
      • Para si
      • Por si
    • Funções e as responsabilidades de outras pessoas envolvidas no processo de planeamento
    • Comunicação com os serviços de emergência
      • Colegas
      • Especialistas da organização
      • Especialistas externos
      • Serviços de emergência
  • Planos de emergência
    • Formato dos planos
      • Funções e responsabilidades exatas dos diferentes indivíduos e organizadores envolvidos
      • Acções a serem tomadas por pessoas da organizaçãoFormatos dos planos
      • Controlo da situação (até entregue aos serviços de emergência)
    • Discussão dos planos
    • Planos de emergência flexíveis
    • Planos de emergência padrão que cumpram os requisitos
      • Legais relacionados com o evento
      • Procedimentos da organização
        • Do local onde se realiza o evento
        • Dos participantes do evento
      • Considerar os
      • Reflectir as características do evento
        • Conselhos dos especialistas
        • Recursos disponíveis no dia do evento
      • Como minimizar
        • Pânico
      • Distúrbios no evento
  • Planear a monitorização para eventuais situações de emergência
    • Monitorização e sua importância
    • Planear atividades de monitorização
      • O que é que deve ser monitorizado
      • A forma como a monitorização dever ser efectuada
      • Com que frequência as atividades de monitorização devem ocorrer
  • Planear sessões de divulgação de instruções para os funcionários
    • Quem deverá receber instruções
      • Funcionários da organização
      • Outros funcionários envolvidos no evento
    • Sessões de divulgação de instruções para os funcionários
      • Quando é que os funcionários devem receber instruções
      • De que forma os funcionários devem receber instruções
      • Conteúdo das sessões de divulgação

Metodologia de Formação e Avaliação

  • Formação à distância dinamizada através da Plataforma Moodle – Learning Management System (LMS), como plataforma de aprendizagem.
  • A formação será desenvolvida numa perspetiva teórica-prática com a utilização de uma metodologia formativa ativa (assente na exploração de situações reais, exercícios práticos e simulações) devidamente ajustada aos objetivos e conteúdos programáticos;
  • Obtenção de um Certificado de Qualificações mediante avaliação positiva e assiduidade mínima exigida (90%).

Formador

Sandra Picanço
Licenciada em Engenharia dos Recursos Hídricos. Técnica Superior de Higiene e Segurança Alimentar. Formação na área da Segurança Alimentar e na área da implementação de Sistemas de Gestão da Qualidade. Desenvolveu trabalhos na área de ambiente e de recursos hídricos. Consultora técnica em empresas da área da captação de água. Foi diretora técnica e de segurança no trabalho na indústria da cortiça. Desempenhou funções como técnica de segurança no trabalho na área hospitalar e na área de serviços gerais. Atualmente desempenha funções de consultoria nas áreas da Segurança Alimentar e Gestão da Qualidade na empresa 7 Passos – Consultoria e Segurança Alimentar, Lda.

Destinatários

  • Adultos (> 18 anos) empregados com habilitação mínima ao nível do 3º ciclo (9º ano de escolaridade).
    1. Ativos empregados por conta de outrem, com especial enfoque nos ativos empregados em risco de perda de emprego
    2. Ativos empregados por conta própria (Trabalhadores Independentes e Empresários em Nome Individual)
    3. Local de trabalho na Região do Projeto

Condições de Participação

  • A ANJE reserva-se o direito de não iniciar as formações nas datas previstas, caso não exista um mínimo de 15 formandos por turma.
  • Atribuição de subsídio de alimentação no valor de 4,77€/dia, apenas nas sessões de formação com a duração de 3 horas, mediante assiduidade e fora do horário de trabalho, mediante apresentação de declaração comprovativa do mesmo.
Previous Next
Close
Test Caption
Test Description goes like this